terça-feira, 16 de setembro de 2014

RESOLUÇÃO QUESTÃO 16 - EXAME DE SUFICIÊNCIA 2014.2

RESOLUÇÃO:

Custeio por Absorção

Características:
• O Custo Fixo só é lançado ao resultado no momento da venda do produto a terceiros e proporcionalmente à quantidade vendida, ou seja, tanto o Custo Fixo quanto o Custo Variável compõem o saldo de estoque até que o produto seja vendido.

• Este é o modelo utilizado na prática => pois atende o princípio contábil do Confronto da Receita com a Despesa e atende a Legislação Fiscal.

•Este método de custeio permite melhor distribuição do custo durante o exercício, diminuindo o impacto da sazonalidade de produção em determinado mês; já que não leva ao resultado todo o valor de CF decorrente da produção do mês, somente o CF do produto vendido.

Desvantagem = gerencialmente não é o melhor modelo a ser usado, pois não evidencia a relação entre produção e venda.

Custeio por Variável

Características:

•Por este método de custeio os Custos Fixos do período são integralmente lançados ao resultado como gasto do período, não compondo o saldo de estoque. Isso por considerar o Custo Fixo como gasto necessário à manutenção da capacidade de produção.

• Gerencialmente esse método de custeio é preferível por demonstrar claramente a relação entre produção e venda. Já que o Custo Fixo não varia de acordo com a quantidade produzida, este seria um gasto do período e não de produção.

•A Legislação Fiscal não aceita esse método, visto que considerando a totalidade do Custo Fixo como resultado do período haverá uma postergação do Imposto de Renda (LL do período é menor).

• A comparação entre a receita obtida e o custo variável demonstra de que forma os produtos vendidos contribuem para cobrir os demais gastos da empresa no período.

Solução Custeio por Absorção Versus Custerio Variável
DRE pelo Custeio por Absorção













DRE pelo Custeio Variável

 $

$
Receita Bruta com Vendas
  600.000,00
Receita Bruta com Vendas
     600.000
 Unidades vendidas x preço de venda
     600.000,00


( - ) Custo dos Produtos Vendidos CPV
  310.000,00
( - ) Custo Variável Total (CVT)
     120.000
 Custo Variável por Unidade
     120.000,00
 Custos Fixos (Quantidade Vendida)
    190.000,00
( - ) Despesas Variável
  20.000,00
( = ) Lucro Bruto
  290.000,00
( = ) Margem de Contribuição Total (MCT)
     460.000




( - ) Despesas com Vendas
    20.000,00
( - ) Custo Fixo Total (CFT)
     190.000




( = ) Resultado Operacional
  270.000,00
( = ) Resultado Operacional
     270.000

RESPOSTA LETRA "B"

Pois a questão pede o Lucro Bruto, o Lucro Final é igual nos dois métodos, porque foram vendidas todas as unidades produzidas.

11 comentários:

  1. Professor, a questão 39 fala sobre o princípio da continuidade, mas as alternativas (A,B,C e D ) são de princípios do valor pelo registro original. Essa questão deverá ser cancelada. Pois o enunciado pede um princípio e nas alternativas são de outro princípio.

    ResponderExcluir
  2. Resposta é a Letra "A" 270.000,00

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já entendi o porque é a Letra B.
      Obg.

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  3. tem como mostrar como faz o calculo dos produtos vendidos??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A questão diz que foram produzidos 10 mil unidades e que todas foram vendidas por 60,00 totalizando 600mil.

      Excluir
  4. Professor, poderia me explicar como fazer o calculo do CPV nessa questão?

    ResponderExcluir
  5. Anônimo, o CPV é a soma dos custos fixos (190.000) + custo variável por unidade (120.000) = 310.000 ok?

    ResponderExcluir
  6. Por que o valor das despesas variaveis com venda nao entra antes do Lucro Bruto ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As despesas com vendas não entra antes do Lucro Bruto pelo simples fato de não fazerem partes dos custos na produção. O Lucro Bruto = Receita Liquida - CMV /CPV.
      *Todos os gastos que incorrem para elaboração = Custo de produção
      *Todos os gastos que incorrem para venda = despesas

      Excluir